Blog do Rafael Cortez

01/02/2010

Leve, breve e superficial tratado sobre sobreviver com qualidade

E aqui vamos nos de novo...

O teclado dessa droga continua desconfigurado, mas eh uma das coisas que prometo arrumar logo aqui em casa.

Percebi que minha vida pessoal, a vida do lar, eh bem oposta em termos de realizacao quando o parametro passa a ser minha vida profissional. Eh como eu sempre soube: tao logo passei a adotar a prioridade na minha vida em focar meus trabalhos, minhas musicas e o que gosto de verdade - e que em nada lembra filhos, casamento, etc - passei a pagar um preco alto por isso. Posso fazer meus shows e tenho um CD engatilhado pra sair esse ano ainda... mas nao sei resolver o problema dessas porras de tracas na minha cozinha, ou essa maldita infiltracao na parede da sala. Estou no meu apartamento desde maio de 2005, e eh desde maio de 2005 que tento - e nao consigo - por spots nas lampadas do ape. Desde maio de 2005 quero instalar uma tomada nova na cozinha, de modo que eu possa, um dia, devolver o rack com rodinhas da vizinha - o mesmo rack que uso para por o microondas e empurrar o aparelho de um canto para o outro da cozinha em busca da tomada (que tem mau contato desde 2005 tbm)...

Acredito que tem uma hora em que a casa, quando nao cuidada devidamente, faz o papel inverso: nao eh vc que a abandona. Ela eh que passa a te expulsar.

Na pior epoca da minha vida, na adolescencia, quando eu e minha familia estavamos muito na pindaiba, praticamente pobres, nao conseguiamos cuidar da nossa moradia. Nao reparamos uma ou outra coisa na parede, nao demos bola para um vidro ou outro que quebrou... e, em pouco tempo, tivemos de sair daquele lar. Ele nos expulsou. Nao dava mais para morar la.

Sinto algo se iniciando nesse sentido, em muito menor escala e por outras questoes (falta de tempo e outras prioridades) nesse humilde apezinho. Ja nao sou mais tao bem-vindo aqui, eu acho... as tomadas se rebelaram de vez, bem como os eletronicos do lar - esse computador, o DVD que tem travado, o som do quarto, que vive fazendo os CDs pularem, etc. E olha que nem comecamos a gravar ainda o CQC 2010... E pq isso acontece? Pq tirei o foco do "lar doce lar" para poder ter um janeiro violento de trabalhos e oportunidades.

E por falar nisso... que foda foi...

Em 08 dias, 06 shows... Uberlandia, com abertura do Rogerio Morgado - um amigo sensacional! Joao Pessoa, duas sessoes: com canja do Humor de 4 - grupo local cheio de gas! Recife, com o privilegio de ter o Murilo Gun abrindo e dando o show que so um grande comediante como ele eh capaz... depois, 03 dias sensacionais de descanso e mordomia em Porto de Galinhas... para migrar para Natal em seguida com o show e meu querido irmao, Leo Cortez, precedendo duas apresentacoes muito boas!

Fui muito bem atendido, muito bem ouvido, muito feliz de ter plateias tao maravilhosas e calorosas... fui tratado com um profissionalismo exemplar pelos produtores locais e, para minha sorte, tenho o Italo Gusso como parceiro e amigo em tudo que faco. Tenho muita sorte! Valeu mesmo galera! 

 

Eu e a Juliana Cavalcante, da Band de Natal... pouco antes do show na cidade. Usei a camisa errada na hora errada... por isso a homenagem aos Potiguaras nao rolou bem...  


O mais doido eh que, antes dessa pequena turne, tive ainda uma virada de ano muito foda em Floripa, so com gente muito legal... depois, Orlando com o Gentili e a Camila Colombo; evento da Nestle com o Andreoli e a Wanessa Morgado em Manaus; show em Campo Grande... e uma semana de mexer os pauzinhos em Sampa para fazer o CD virar e outras coisas mais sairem do papel. Muito intenso tudo isso; eh uma daquelas fases da vida que a gente nunca sabe se vivera novamente.

 

Um momento bonito em Orlando, na Sea World... um jantar com meu primo. Tava com saudade dele!

 

No entanto, quero dar uma mudada em 2010. Ta tudo muito bem, muito bacana... mas quero ter qualidade de vida de novo... quero ter mais saude e uma casa organizada; uma vida mais acertiva e longa do que a vida intensa e curta que pode ser a vida midiatica.

Portanto, quero me despedir das esbornias e exageros... dizer que vou me reservar mais em 2010... que vcs nao me verao mais na noite, em festas desnecessarias e em eventos oportunistas... que serei mais do meu trabalho, que eh o CQC, a quem devo muita coisa... que serei mais do meu violao, que passara - novamente - a ser o meu principal produto paralelo. Quero dizer que meu show de humor, De Tudo Um Pouco, tera suas ultimas apresentacoes concentradas nesse ano... mas que dara lugar, tao logo eu esteja preparado e com o produto nas maos, a um ciclo de shows musicais. Eh com esse trabalho que passarei a percorrer as cidades que me quiserem por perto.

Essas medidas visam um cuidado maior comigo mesmo e com meu trabalho. Nao quero ser atuante e intenso apenas por um periodo aureo e privilegiado. Tenho a total consciencia que o oba-oba em que estou inserido, e que me da plateias e notoriedade com produtos que eu posso hj me apropriar e vender, eh efemero. Nao sou nada demais, e sei que serei substituido um dia por alguem mais barato e mais jovem - vivo num pais que faz apologia da juventude; que vira as costas para quem envelhece; que tem mania de renovacao e parca relacao com qualidade e comprometimento. Como sei de tudo isso, quero pensar em chegar a essa fase dura com mais saude, mais estrutura e muito mais bom-senso. E a noite, as tentacoes midiaticas, as piriguetes e as mentiras do meio nao me ajudam em nada a crescer. Logo, 2010 sera para fazer o trabalho direito, botar a bandeira da arte no peito, arranjar uma namorada e ir muito mais ao cinema do que a balada! E tenho dito!

Mas, ate que eu entre nessa fase de amadurecimento, tenho muito a fazer em meio a muito ja assumido. Cabe a mim encontrar um modo de saber me cuidar mais, bem como cuidar melhor do que eh meu, do meu espaco, e de quem eu amo, sem sair massacrado da experiencia. Acho que to caminhando bem nesse sentido. Espero que sim.

No mais, termino esse texto dividindo com vcs esse momento legal: o registro da primeira reuniao geral do CQC em 2010, realizada na manha dessa segunda. Essas sao as pessoas que fazem diferenca na minha vida - essa eh a galera que rala por vcs, pra fazer com que a vida de cada um aqui tbm tenha um diferencial bacana. Puta time! Orgulho gigante de fazer parte dessa equipe! Vamos botar pra quebrar em 2010!

Um abraco

Rafa 

Ta quase todo mundo aqui... eu sou o cara que esta, pra variar, com a camiseta do Public Enemy - mas nao eh mais a mesma de sempre!

 

 

 

Por Rafael Cortez às 19h20

Sobre o autor

Rafael Cortez, 33 anos, ator, jornalista e violonista.

Já foi redator de texto erótico para celular, produtor de teatro, circo e TV, assessor parlamentar de uma vereadora de São Paulo, atendente de videolocadora, organizador de mais de 60 festinhas infantis e tem DRT de Palhaço. Gosta de Nara Leão, Public Enemy, lasanha e que cocem suas costas com as unhas. Está na TV como um dos repórteres do programa CQC, da Tv Bandeirantes.

Sobre o blog

Espaço para textos reflexivos, ácidos e que busquem alguma inteligência. Local para reflexões artísticas e culturais diversas. Não, aqui você não encontrará fofocas sobre o meio das celebridades. Não, aqui você não verá piadas a todo tempo... Mas se o autor se esforçar, você poderá ler alguma coisa boa. E contribuir comentando com algo melhor...

Histórico